SICOOB Crediguau


Voltar para notícias

Sicoob Crediguaçu distribui mais de 9 milhões de reais aos associados


Valor é referente às sobras do Exercício Financeiro de 2017. Diretor-Presidente, Mauro Benedito de Lima, fala sobre as distribuições e os resultados alcançados pela cooperativa financeira no último ano

A cooperativa de crédito Sicoob Crediguaçu vai distribuir aos seus associados mais de R$ 9 milhões referentes às sobras do Exercício Financeiro de 2017. Deste montante, R$ 4.416.284,00 equivalem à remuneração sobre o capital integralizado dos cooperados, calculados a 100% da taxa SELIC. Outros R$ 4.681.218,00 serão pagos na forma de rateio de acordo com a utilização das carteiras de produtos, serviços, créditos e investimentos oferecidas pela cooperativa ao longo do ano.
A remuneração é paga proporcionalmente tanto aos aplicadores quanto para os tomadores de crédito da cooperativa. Aqueles que possuem recursos em contas correntes, por exemplo, também são recompensados através do saldo médio dos seus depósitos.
Vale ressaltar que o cooperativismo é um modelo diferenciado na área dos negócios, pois uma cooperativa financeira é prestadora de serviços sem fins lucrativos e ainda visa sanar os tradicionais problemas na área financeira, como o elevado custo de taxas e tarifas que encarecem e, muitas vezes, inviabilizam a atividade econômica.
A participação nos resultados é mais uma das grandes vantagens e diferenciais do sistema cooperativo de crédito, que tem crescido consideravelmente em todo o país. Diferentemente dos bancos tradicionais, a cooperativa não visa lucros e, por este motivo, os resultados financeiros positivos apurados no fechamento de cada exercício, chamados sobras, depois de deduzidas as retenções dos fundos institucionais, são distribuídos aos cooperados.
O resultado alcançado pelo Sicoob Crediguaçu em 2017 é recorde e mais um motivo de comemoração da cooperativa financeira que completou 25 anos de fundação no ano passado e que acaba de ultrapassar a marca de 10 mil cooperados em seu quadro social. Pertencente ao maior sistema de cooperativas de crédito do Brasil, o Sicoob, a Crediguaçu tem dado importantes passos rumo ao seu crescimento e abrangência na sua área de atuação.
O Diretor-Presidente do Sicoob Crediguaçu, Mauro Benedito de Lima, fala da distribuição das sobras e do crescimento da cooperativa financeira.

Reportagem: Quais as razões para o crescimento do sistema cooperativo de crédito no Brasil e quais as diferenças de uma cooperativa financeira com os bancos tradicionais?
Mauro de Lima:
No atual cenário econômico as pessoas procuram reduzir suas despesas financeiras em suas atividades produtivas. A grande diferença em relação aos bancos é que somos uma associação de pessoas que se organizou para criar uma empresa no modelo cooperativo que tem por finalidade não o lucro, como os bancos, mas prestar serviços financeiros a custos reduzidos, por isso as taxas são muito mais atraentes. Essa é a principal vantagem. Aqui, o cooperado não é tratado como cliente, mas é atendido como sócio, de maneira personalizada, onde procuramos orientá-lo no melhor negócio.

Reportagem: Como é a relação com os cooperados? Em que o Sicoob Crediguaçu contribui para as necessidades financeiras dos seus associados?
Mauro de Lima:
Ao longo de todos esses anos, temos procurado ajudar na vida financeira dos nossos associados e sentimo-nos satisfeitos em perceber que nossa cooperativa, cada vez mais, marca sua posição como uma empresa detentora de um modelo que busca ser parceira dos associados, ajudando-os no custeio de suas atividades financeiras. Aqui os resultados das movimentações retornam ao associado, favorecendo sua vida e seu próprio negócio.

Reportagem: Como é a participação dos associados e como se dá a distribuição dos resultados?
Mauro de Lima:
Por se tratar de uma sociedade de pessoas, nosso órgão máximo é a Assembleia Geral. Cada indivíduo é único e através do voto participa das decisões que norteiam os rumos da cooperativa. Independentemente do valor de suas quotas, o voto de cada um tem o mesmo peso. A distribuição das sobras líquidas do resultado financeiro é igualmente uma forma de participação na sociedade cooperativista. Não visamos o lucro, e ainda devolvemos ao quadro social, depois de deduzidas todas as despesas, aquilo que obtivemos como sobra.

Reportagem: A Crediguaçu é associada ao Sicoob. Qual a importância e o peso dessa marca para a cooperativa?
Mauro de Lima:
O Sicoob é o maior sistema cooperativo de crédito do Brasil com mais de R$ 3,8 milhões de associados e 2,5 mil postos de atendimento em todo o Brasil e vai distribuir R$ 568 milhões, somente em juros sobre o capital, para os seus cooperados em todo o país. Temos uma fatia muito significativa nos resultados de todo o sistema, o que, certamente, eleva a nossa cooperativa a uma dimensão nacional. Integrar este sistema mostra que não estamos sozinhos e fazemos parte da construção de um grande contexto de crescimento e desenvolvimento do sistema cooperativo.

Reportagem: A que o Sr. atribui esse importante resultado?
Mauro de Lima:
Isso só é possível graças à participação e apoio de nosso associado que confiou e entendeu que o modelo cooperativista oferece maiores vantagens, minimizando os custos, sendo atendido de melhor forma e ainda obtendo retorno das suas operações. Somente com a confiança do nosso quadro social é possível darmos passos largos rumo ao crescimento do Sicoob Crediguaçu. É claro que é preciso reconhecer também o valoroso empenho de nossos agentes, sejam eles diretores, conselheiros e, principalmente nossos colaboradores, a quem dedicamos todas as conquistas alcançadas. Temos pessoas qualificadas em todas as nossas unidades e empenhadas em atender bem os nossos cooperados, mostrando e orientando-os quanto às vantagens de todo o sistema cooperativo.

Reportagem: Deixe sua mensagem final aos cooperados como também aos que têm interesse em se associar ao Sicoob Crediguaçu.
Mauro de Lima:
Estamos muito felizes em poder anunciar o resultado excelente do fechamento do balanço de 2017 onde alcançamos cifra recorde nos 25 anos de vida de nossa cooperativa e plenamente realizados por chegarmos até aqui numa condição privilegiada ao proporcionar vantagens efetivas - e expressivas - na vida dos nossos associados. Permanecemos convictos de que nossa missão e visão mantêm-se firmes em nossa proposta original, que era constituir uma cooperativa sólida e oferecer aos associados condições de negócios diferenciadas e favoráveis. Na medida em que avançamos, ganhamos maior ritmo de expansão e percebemos claramente a conquista de nossas metas e a realização do nosso sonho de transformar a cooperativa numa grande empresa, que possa prestar grandes serviços e colaborar no desenvolvimento das áreas onde atua. Quero enfatizar nossa confiança na subsistência e na perenização do sistema de crédito cooperativo no Brasil, que ainda é tímido. Estamos na faixa de 4% de todo o sistema financeiro nacional e queremos chegar a 10% nos próximos anos para que, num futuro não muito distante, possamos avançar ainda mais para acompanhar o sucesso do cooperativismo de crédito dos países mais desenvolvidos do mundo. Nossa mensagem é de agradecimento a todos que contribuíram e continuam a contribuir para a cooperativa ser o que é e, principalmente, trilhar os caminhos do futuro.


Mauro Benedito de Lima, Diretor-Presidente do Sicoob Crediguaçu, comenta sobre as conquistas da cooperativa financeira


ouvidoria

0800 725 0996
Área restrita